ESCRITA & COMPANHIA
 

RECENTES


Poema do Rouxinol de Andresen

Margarida Garcia, 4.º C

Publicado em 07 fev 2019


Se eu pudesse ser… seria

Dinis Ribeiro, 4.º C

Publicado em 07 fev 2019


Se eu pudesse…

Leonor Cardoso, 4.º C

Publicado em 07 fev 2019


Se eu pudesse...

Inês Soares, 4.º C

Publicado em 07 fev 2019


Acróstico

Dinis Almeida, 4.º C

Publicado em 06 fev 2019


Aventura voadora

Margarida Garcia, 4ºC

Publicado em 06 fev 2019


 

VER POR ANO LETIVO


  2020/2021         2019/2020         2018/2019

 

  2017/2018         2016/2017         2015/2016

 

  2014/2015         2013/2014         2012/2013

 

  2011/2012         2010/2011         2009/2010

 





Auto da Barca do Inferno «Cena do Padeiro»
Publicado em   12 mar 2010

Disciplina de Língua Portuguesa  -   Davide Costa, n.º 9, 9.º A





Vem um Padeiro de bata e cacete na mão, dirige-se á barca do Diabo, e grita:

Padeiro - Ó da barca!
Diabo - Quem bem aí?
Santo Padeiro modesto!
Vens daí tão carregado!
Padeiro ? Disseram-me que teria de vir assim?
Para mostrar o que fiz naquela vida?
Para onde vai essa barca?
Diabo - Para o forno onde cozias o pão!
Padeiro ? Para onde?
Diabo - Para o Inferno!
Padeiro ? Como pode ser isso?
Tantas rezas que fiz,
Tantas hóstias que ofereci à igreja?
Diabo ? E tantas casas que ajudaste!
Tantos trocos que levaste!
Que Padeiro tão generoso!

O Padeiro, dirigiu-se à barca do Anjo, e diz:

Padeiro ? Ó Anjo! Ajuda-me!
O Diabo quer-me levar para o Inferno?!
Anjo ? Assim vais!
Vais torrar um bocadinho!
Ainda estás muito branquinho!
Padeiro ? Mas?Mas tantas acções que fiz?
Anjo ? E tantos euros que ganhaste.
Quantos pobres ajudaste?
Vai-te embora, que é boa hora!

Dirige-se novamente à barca do Diabo, e sussurra:

Padeiro ? Deixa-me embarcar que
não quero mais aqui ficar.



|  Rua Cónego Barreiros   3500-093 Viseu  |  Telef: 232 421 981  |  Fax: 232 432 855  |  Email: geral@colegiodaviasacra.pt  |