ESCRITA & COMPANHIA
 

RECENTES


Poema do Rouxinol de Andresen

Margarida Garcia, 4.º C

Publicado em 07 fev 2019


Se eu pudesse ser… seria

Dinis Ribeiro, 4.º C

Publicado em 07 fev 2019


Se eu pudesse…

Leonor Cardoso, 4.º C

Publicado em 07 fev 2019


Se eu pudesse...

Inês Soares, 4.º C

Publicado em 07 fev 2019


Acróstico

Dinis Almeida, 4.º C

Publicado em 06 fev 2019


Aventura voadora

Margarida Garcia, 4ºC

Publicado em 06 fev 2019


 

VER POR ANO LETIVO


  2020/2021         2019/2020         2018/2019

 

  2017/2018         2016/2017         2015/2016

 

  2014/2015         2013/2014         2012/2013

 

  2011/2012         2010/2011         2009/2010

 





Comentário à visualização da peça teatral «Auto da Barca do Inferno»
Publicado em   08 mar 2010

Disciplina de Língua Portuguesa  -   Maria Santos, n.º 17, 9.º A





O ?Auto Da Barca do Inferno? é uma peça de inspiração religiosa, mas é sobretudo uma peça de crítica social.
Nesta peça, que eu gostei de ver, achei que Gil Vicente procurava transmitir aos espectadores ?lições? entre o bem e o mal, as virtudes e os vícios. O seu objectivo é, portanto, de natureza moral e religiosa e o seu conteúdo de natureza alegórica.
O assunto é a viagem das almas após a morte e o seu julgamento.
As personagens, colhidas de surpresa pela morte, aparecem-nos prisioneiras do seu apego ao mundo que deixaram. O Fidalgo chega até a querer voltar à vida terrena não percebendo o sentido irreversível da viagem.
O sarcasmo, sempre presente nas falas do Diabo, humilha constantemente as personagens levando-as ao desespero.
A linguagem utilizada é cheia de arcaísmos, a maior parte dos termos já caíram em desuso ou adquiriram formas diferentes nos nossos dias.
Achei que em tudo havia um fundo moral, mas a parte final distanciava-se um pouco dos objectivos da peça, por querer dar um certo cunho de modernidade à situação.



|  Rua Cónego Barreiros   3500-093 Viseu  |  Telef: 232 421 981  |  Fax: 232 432 855  |  Email: geral@colegiodaviasacra.pt  |